HOME CLUBES PRINCIPAL COPAS MUNDO DO FUTEBOL FUTEBOL FEMININO MERCADO DA BOLA CULTURAL CONTATO

 

 

SERIE A

SUDESTE

NORDESTE

SUL

CENTRO-OESTE

NORTE

Confiança e a volta do orgulho de ser sergipano⁣

Card image

Créditos: Memorial Associação Desportiva Confiança/Site oficial

Por: H.W.N⁣

O estado de Sergipe sempre passou por momentos de resistência durante toda sua história. Iniciando-se em 1590, quando as tropas de Cristóvão de Barros, à mando do rei Filipe II, destruíram grande parte da nação indígena localizada no estado, inclusive todas as aldeias do Cacíque Serigy. Apesar de Serigy ser executado pelos portugueses, o cacíque deixou um pouco da sua luta em cada sergipano, sua resistência é levada no sangue de quem, até mesmo, nunca ouviu falar da sua história.⁣

Anos posteriores, com a ineficiência de produzir cana-de-açúcar, a terra sergipana serviu de fazendas com o intuito de fortalecer a produção de gado para a Bahia e Pernambuco e, mais um pouco à frente, ocorreu um grande fluxo de imigrantes e o início da ascensão das elites locais, contribuindo no fortalecimento do discurso de que sergipano é “submisso” e “desconfiado”.⁣

Por tudo que o sergipano passou, torna-se um pouco complicado não respingar no esporte e na cultura do mesmo, resultando no esquecimento e passando a adotar práticas de outros estados, alguns nascidos em Sergipe, já havia começado a aderir o discurso do oprimido. Até que, em 1° de março de 1936, um clube de operários -muitas vezes oprimidos- foi fundado trazendo esperança e… Confiança aos oprimidos e desacreditados.⁣

De 1936 até os anos 90, o Dragão do Bairro Industrial trava uma batalha de resistência não só contra os times do eixo, mas contra o seu rival Sergipe, respectivamente, como lutou o Cacíque Serigy contra os portugueses e, posteriormente, como os escravos tentaram resistir à elite local. As batalhas citadas têm algo em comum, guardadas as devidas proporções, como a grande desigualdade e o enorme potencial técnico e financeiro dos adversários.⁣

Mesmo sendo uma batalha de resistência, o Confiança assumiu uma postura que estava em seu sangue, a postura que seus antepassados teriam seguido, a conduta de ser firme e aguentar todas as perdas e decepções colecionadas para dar a volta por cima nos anos seguintes.⁣

Ver mais

Sobre o autor

Ver mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

 

Siga nossas redes sociais

© 2020 Atras do Gol é uma marca registrada da Atras do Gol Limited Liability Company.  Todos os direitos reservados. O uso deste site constitui aceitação de nossos Termos de Uso e Política de Privacidade