HOME CLUBES PRINCIPAL COPAS MUNDO DO FUTEBOL FUTEBOL FEMININO MERCADO DA BOLA CULTURAL CONTATO

 

 

SERIE A

SUDESTE

NORDESTE

SUL

CENTRO-OESTE

NORTE

CRB

Chico: o coreano brasileiro do CRB que tem o sonho de defender a seleção coreana

Card image

Créditos: Instagram oficial CRB

Francisco Hyun Sol-Him, ou apenas Chico, leva com ele a cultura de três países. Filho de pais sul-coreanos, ele nasceu no Brasil e viveu no Paraguai até os 17 anos antes de mudar para o Brasil. O meia, destaque do CRB nessa Série B, tem uma história que mistura a língua e a cultura de diferentes lugares, mas com uma certeza. O amor pelo futebol.

O camisa 10, filho de imigrantes sul-coreanos que vieram morar no Paraguai nos anos 90 para fugir dos problemas econômicos do país, conversou com a reportagem da Gazetaweb para falar de sua trajetória no esporte até sua chegada ao Galo. 

O paraguaio, brasileiro e sul-coreano nasceu em Cascavel-PR. Segundo ele, por sua mãe acreditar que a cidadania no país do futebol seria melhor para o seu futuro. Algo, que segundo ele, fez bem para sua carreira.

“Minha mãe achava que seria melhor nascer no Brasil, porque era um país forte economicamente e poderia abrir portas no futuro. Eu e meu irmão fomos fazer testes no Atlético de Sorocaba e eu consegui ficar. Já meu irmão, por não ter a nacionalidade brasileira, teve muitas dificuldades com a documentação e burocracia”.

O atleta, fluente em espanhol e coreano ainda mistura o português e o espanhol em suas conversas. Mas mesmo com o “portunhol”, ele não escondeu a felicidade por vencer seu primeiro título como profissional na equipe regatiana, quando foi campeão do alagoano este ano, contra o CSA.

– Um momento inesquecível. E ainda contra o rival. Foi muito bom, o primeiro título como profissional. E realmente o CRB, o grupo, me trouxeram muitas coisas positivas. E quando passamos por isso, é difícil de esquecer.

Ele chegou ao CRB por indicação do técnico Léo Condé no início do ano, e apesar do comandante ser demitido depois de cinco derrotas na Série B, ele continua na equipe titular, com o novo treinador, Dado Cavalcanti.

Chico ainda fez uma revelação. Quer jogar na seleção. Não na canarinha, mas da Coreia do Sul. “Sempre temos sonhos. Estava falando com o professor Fred, que tenho um sonho de almejar uma seleção. Eu que tenho uma naturalidade coreana, sonho em um dia disputar uma copa pela seleção coreana. E quando escutamos essas palavras nos da muita força. E com 26 anos, quero correr atrás do meu sonho e tenho certeza que Deus vai permitir.”

Ver mais

Sobre o autor

Ver mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

 

Siga nossas redes sociais

© 2020 Atras do Gol é uma marca registrada da Atras do Gol Limited Liability Company.  Todos os direitos reservados. O uso deste site constitui aceitação de nossos Termos de Uso e Política de Privacidade